• O Velório… Felipa ainda quente no caixão e o que me vem à cabeça é o vasilhame que areava até espelhar. Com a mesma idade minha, só porque morreu, não pode empoeirar-se num museu de fósseis seu modo de arrematar qualquer assunto: ‘É um problema, comadre’. Existem as costas, o saco e o suportar. E suportar, que […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    4 de janeiro de 2017
  • Mistério Caro Pessoa, enquanto espero, tive tudo, absolutamente o suficiente no dia de hoje, pra discordar completamente de seu poema. Como pessoa, ao Heterônimo, respondo com Deuteronômio 29.29, nesta noite ímpar de 29. Quantos mistérios hoje…     Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    30 de agosto de 2014
  • Honra a quem sabe transver Tinha 18 pra 19 anos quando li pela primeira vez, um de seus livros. Não parou por ali. Devorei logo em seguida,  dezenas deles. Inclusive,  tenho alguns títulos aqui em casa. Sempre que carecia de poesia e outros papos que amo, recorria às suas obras,  textos e crônicas. Minha teologia tem buscado beber de solos […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    20 de julho de 2014
  • O Salto Há uma alegria indescritível, que emana através de nós tão inexplicavelmente como quando irrompeu do Apóstolo sem aparente motivo: “Alegrai-vos, e novamente vos digo: alegrai-vos”. Não uma alegria sobre isso ou aquilo, mas um grito sincero de toda alma “com a língua e boca do fundo do meu coração”. [Søren Kierkegaard]   Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    4 de maio de 2014
  • O Vento O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito. – João 3:8 Rimo e remo como mero ramo da raiz que ao redirecionar seu curso conduzido pelo Vento, sopra rumo outros campos. Feliz pelas sementes, pela colheita, pela […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    15 de setembro de 2013
  • O dilema-poema O enquanto é gestação. O quando é visão. Enxergada pelo horizonte da janela, a enxada que carpina a aquarela. Sobre a mesa, o Vento sopra e derruba a sobremesa no barro. O jarro balança pela metade brindando com a colher. Pensando na idade, azucrinando a cabeça da mulher… Que se esquece de varrer casa à […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    14 de agosto de 2013
  • Koinonia Expresso sem apreço que careço. Verbalizo que preciso. Informo com toda a propriedade que possuo a necessidade. Pendo a assumir que dependo… “KOINONIA”, no Grego secular significa “um relacionamento íntimo e estreito que as pessoas aceitam entre si”. (BARCLAY, William. Palavras Chaves do Novo Testamento.Volume 1. São Paulo: Vida Nova, 2009. p. 122).  KOINONIA traz […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    29 de julho de 2013
  • Post Scriptum 2.6 Transições pode ser a palavra lançada pra começar a pensar sobre o que escrevo. Claro que isso me lembra rampas, obstáculos e afins… Também me lembra skate. No entanto, o que quero mesmo registrar (seja por recordação ou esclarecimento), é que se “tudo o que é sólido, se desmancha no ar”, preciso afirmar que: Tudo […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    26 de março de 2013
  • Furtado por uma vida roubada Passamos no Shopping após o expediente. Minha amiga precisava de um tênis. Eu queria comprar um shape novo (prancha do skate) – para o evento de sábado. Pois consegui praticar tanto meu esporte favorito nestas férias, que utilizei até o limite algumas peças. Minha amiga provou 02 pares, mas preferiu comprar aquele que custava quase […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    23 de janeiro de 2013
  • Sola Gratia em Solo Chileno Ultimamente tem sido primazia falar de assuntos que envolvem a palavra chão. Seguramente, percebo a incerteza de pessoas tentando firmar os passos nos tantos impasses postos. Outras, dançam fora do compasso. Ultrapasso expansões territoriais e deparo-me com semelhantes situações… Não caberia nesta ocasião apresentar a conjuntura desta nação. Tendo em vista que a cegueira espiritual […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    29 de dezembro de 2012