• A Babel ideo-político-teológica Triste pelos últimos acontecimentos da semana… Parece que vivemos numa Babel de dialetos incompreendidos. Teria o discurso ideológico sucumbido a espiritualidade? Ou ainda, a capacidade de dialogar? É nublado o horizonte de fraternidade. O que emerge é um espectro de violência e hostilidade que permeia as múltiplas vozes polarizadas. Gritam, mas nada comunicam! Pelo menos, […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    8 de maio de 2016
  • Nada entre o Valor e a Vergonha Curto muito o som do Rosa de Saron. O novo álbum “Cartas ao Remetente” é fenomenal! Como estou no quarto indo para o quarto dia consecutivo dormindo e acordando na escuta ativa desse cd, achei por bem recomendá-lo. Ouçam, quem tem ouvidos! Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    14 de junho de 2014
  • Porque ainda acredito no Amor… Prosseguir na Colorida Caminhada Figurada no cotidiano duma Realidade Desbotada demanda democratizar o antídoto para o mal cinza, a vida apagada, sem sentido e que segue cegamente batendo a cara no acaso, por insistir que “só existe o agora”… A eternidade é logo ali… Por essas e tantas outras, ainda acredito no Amor: “A vida […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    21 de março de 2013
  • A Guerra Interior SOBERBA – AVAREZA – IRA – GULA – INVEJA – PREGUIÇA – LUXÚRIA Constantes batalhas internas constituem diariamente a interminável guerra externa. Impactos visíveis! Ataques invisíveis que provocam estragos catastróficos. Explosões que destroem todo um cenário, ferem dimensões que transcendem aquilo que os olhos veem… Existem mais sensações que alimentam as pulsações de um coração… Não […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    22 de abril de 2012
  • Novo com ovo Ás vésperas do ano novo, tudo parece como arroz, feijão e ovo. Flash’s e artifícios de fogo, Cristalizam o que será “denovo”. Expectativas sobrepõem-se a razão, Ritmos alavancam a alma. Sonhos expelidos a cada estouro de rojão, Cenário propício do seqüestro da calma. Subjetivas hipóteses apresentadas, por objetivos não atingidos. Variadas lembranças são recordadas, Pelo […] Vinnícius Almeida
    0
    Comentários
    31 de dezembro de 2011