Na dialética da vida, aceito argumentar com as incógnitas & incertezas, mas não tenho diálogo com as inconstâncias.
Invalido tudo o que conflui para a liquidez!
Não sou de plástico!
Sou reciclável e não descartável…

(Era de sábado, já tarde da noite)