Portanto, com a ajuda de Deus, quero que vocês façam o seguinte: entreguem sua vida cotidiana – dormir, comer, trabalhar, passear – a Deus como se fosse uma oferta. Receber o que Deus fez por vocês é o melhor que podem fazer por ele. Não se ajustem demais à sua cultura, a ponto de não poderem pensar mais. Em vez disso, concentrem a atenção em Deus. Vocês serão mudados de dentro para fora. Descubram o que ele quer de vocês e tratem de atendê-lo. Diferentemente da cultura dominante, que sempre os arrasta para baixo, ao nível da imaturidade, Deus extraí o melhor de vocês e desenvolve em vocês uma verdadeira maturidade. (Apóstolo Paulo, na carta aos Romanos. Capítulo 12:1,2 – A Mensagem)

Mergulhando rasteiro pra não boiar no nada! Esta é a sensação que tenho, sempre que penso sobre a maré desta cultura ou quando observo o fluxo da correnteza.

Alguém disse que “somente os peixes mortos nadam a favor da correnteza”.

De nada vale multidões marcharem ou promoverem jornadas mundiais para isso ou aquilo, se os valores do reino não existirem de fato, dentro de nós. Não bastam os ritos, as festas e o cumprimento das agendas litúrgicas. “Fé farofa” é aquela que só aparece no período das eventualidades… Retiros, Acampamentos, Marchas, Jornadas… mas se vai quando o cotidiano vem à tona.

Creio no poder do Evangelho que gera transformação, ruptura, mudança, um novo modo de vida. Não me envergonho disso! Jamais cansarei de afirmar que, me envergonho sim, de ver os religiosos adulterando a mensagem e sufocando o conteúdo dentro de seus tantos “ismos” – se achando os detentores da verdade, ou pior, aqueles(as) que estão além do bem e do mal com suas algemas dogmáticas. E tantas vezes, encontram-se tão aquém e além da sã doutrina…

Eu não posso me conformar, com este nível raso…

Nível Raso é o novo som do Rodolfo Abrantes. Ao ouvir a música, tive uma identificação imediata com a letra. Pois, por diversas vezes, essa tem sido minha oração:

Jesus, sei que o poder do Evangelho é imutável, transcende a história e a cultura. Rogo que a Sua Verdade prevaleça em mim. Ajude-me a submeter minhas intenções à sua vontade que é Boa, Perfeita e Agradável e permita que minha vida – seja em pensamentos, palavras e atitudes – demonstrem às pessoas que não te conhecem, o valor do Seu amor…

Venha o teu reino em Amor, Justiça e Santidade…

Não quero subterfúgios pra professar minha fé. Preciso dropar as ondas dessa maré subcultural, estar sobre ela e apresentar o mistério da mensagem que continua transbordando corações, purificando o sentido da vida e gerando o fluir de rios de Água Viva aos que decidem segui-la.