O Negativismo do Positivismo

A imagem acima me deixou inteiramente pra baixo. Não é tão recente assim, mas serve pra exemplificar alguns temas atuais que me indignam e fomentam a busca por justiça todos os dias.

● Desmistificando o “mito do SIM nós PODEMOS”

A grosso modo, não é a educação a base de tudo? Que direitos possui um ser destes?
Vítima da violência, Reflexo das desigualdades, fruto podre da questão social.

O Negativismo do Positivismo me entristece… Enfurece, e indigna! Este último sentimento, incendeia o coração, incomoda acerca da situação e sobretudo, impulsiona à ação!

● Cada um no seu quadrado…

O individualismo da atualidade ainda é um monstro a ser confrontado. Pois, o que é mesmo ser “VENCEDOR” para minha geração?

Quero mesmo crer, que vai muuuito além de ter apenas o CARRO (ou a moto trocada a cada 2 anos), a CASA (própria claro) e seu Príncipe Encantado ou a Barbie tão sonhada (que segundo as tendências machistas deve ser “Turbinada, Inflada, siliconada, recheada e artificializada”).

Diariamente passamos os olhos em cenas inteiramente antagônicas e, não nos indignamos nem um pouco. Certas juventudes, ainda acham que o mundo é apenas uma bolha – onde o importante mesmo é curtir a vida com sua “galerinha”.  Acaso, posso mesmo me considerar um vencedor sem ter lutado por nada?

Ou pior, a luta se resume na busca dos próprios interesses – Financeiros claro!

Prometo em linhas posteriores, ou melhor, nos próximos post’s, tentar desmistificar “O mito da Alienação na Juventude”. Pois os jovens sempre estiveram presentes em lutas civis, de causa econômica, política e/ou sociais. O que pode talvez cristalizar um pouco e, camuflar a questão, é o fato de “acentuarem jovens participantes apenas de causas ambientais”. Luta esta que sem dúvidas emergiu e despertou a grande maioria da juventude, nestas últimas décadas, dependendo de seu contexto sócio-econômico e até mesmo cultural… (CONTINUA)

● Sonhos, Fantasia e Êxtase (ou brisa mesmo)

O Fato é que todo Jovem sonha! Não ausente também, dos sonhos materiais. A grande diferença está presente na “maneira ou nas ferramentas que cada um possui para a realização destes sonhos”. Enquanto alguns fantasiam a realidade em viagens à Disney World e vêem o Mickey… Outros na realidade, sob o efeito de drogas, iludem e cristalizam à Barbárie existente à companhia de ratos de esgoto e bueiros mesmo…

● O Presente Ganhado e o Conquistado (ou roubado)

O Primeiro, ganha aquele Tênis do Papai. O Segundo, trabalha e compra um mesmo modelo, em 10x s/ juros no cartão de crédito. E, por fim, um Ninguém, como aquele jovem deitado na foto, “Rouba (Conquista)” o tênis de algum destes. Mas, todos querem o Tênis!

● “Há sonhos que quando realizados, contribuem para as expectativas e a realização da humanidade”. (2008)

Eu também tenho meus sonhos! Alguns destes já realizados! Outros, ainda em processo de sonhamento (…)

Confesso que me realizo quando ouço ou vejo sonhos que foram realizados!

Um sonho meu?

Que todos lutem pelos sonhos da humanidade!
Mas, pra sonharmos precisamos da Realidade!
Que a vida seja sempre a Prioridade!
Assim, sonhar torna-se uma Verdade!

Sonhem, Lutem, Realizem,
Humanizem…